TurfeOnline.com

  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
Banner


OCEAN LOVE É DESTAQUE EM GRUPO III PAULISTA

Dom, 21 de Julho de 2024 23:15

Brilhante corredora do Haras Springfield conquistou o

GP Presidente Antônio Teixeira de Assumpção Netto 2024 (G.III)

Sábado, 20 de Julho, o Jockey Club de São Paulo foi o cenário da disputa do importante Grande Prêmio Presidente Antônio Teixeira de Assumpção Netto 2024 (Grupo III – R$ 18.000,00) – para fêmeas de 3 anos e mais idade –, programado para o percurso de 1.400 metros, em pista de grama leve.

Prevaleceu a categoria de OCEAN LOVE (Fêmea, Castanha, 4 anos, do Paraná – Camelot Kitten e Clerico por Elusive Quality), criada por seu proprietário, o Haras Springfield. Com Marcos Ribeiro preciso em seu dorso, a neta de Elusive Quality, após acompanhar a carreira em terceiro, evoluiu na altura dos 400 metros finais para atingir seu objetivo, garantindo meio corpo de vantagem no espelho sobre a surpreendente Fortak (5.Forestry), que “voava” na hora da verdade. A bela Q´Landa do Iguassu (4.Kentuckian) concluiu sua apresentação no terceiro lugar. Shallow Now (4.Camelot Kitten) finalizou em quarto, deixando Queméque Não Gosta (5.Honesto) na quinta colocação. Logo após, terminaram: Kamora, Sardegna, Read The Times, Miss Fortune, Cuoere Reine e Penina.

Perfeitamente preparada, no Paraná, pelo mestre Antenor Menegolo Neto, a campeã, OCEAN LOVE, que triunfou na esfera nobre pela segunda vez – ambas em provas de Grupo –, registrou a marca de 1m23s07s.

FOTO: Jockey Club de São Paulo

Rivais não resistiram ao talento de OCEAN LOVE


 

Filha de War Secretary ergueu o troféu da P.E.Benzion Levy 2024

Realizada Domingo, 21 de Julho, no quilômetro gramado, em pista leve, com cerca móvel, do Hipódromo da Gávea, a Prova Especial Benzion Levy 2024 (R$ 12.000,00 + bônus de R$ 4.000,00, ao dono do animal vencedor) – para animais de 3 anos e mais idade –, marcou a primeira conquista nobre da campanha da bela velocista PRINCIPESSA PIETRA (Fêmea, Castanha, 4 anos, do Rio Grande do Sul – War Secretary e Dafne por Refuse To Bend), de criação do Haras Centro Serra e propriedade do Stud Lipilson.

Muito bem dirigida pelo habilidoso Henderson Fernandes, a descendente de War Secretary foi para a dianteira momentos após a largada, ditando o ritmo da competição. Guerreira até o final, PRINCIPESSA PIETRA teve forças para livrar meio corpo de vantagem no disco sobre o manhoso Justiceiro Colt (5.Wired Bryan), cujo piloto, Leandro Henrique, precisou corrigi-lo diversas vezes, pois atirava-se para dentro. O terceiro posto pertenceu a Mio Campione (4.Chronnos). Tears Of Joy (5.New Year´s Day) finalizou em quarto, deixando a tordilha Never Love Again (3.Kentuckian) no complemento do placar remunerado. Minasmoon terminou na sexta e última posição, uma vez que o outro inscrito no páreo, Comandante Dollar, não completou o percurso.

Apresentada, em estado atlético invejável, pelo qualificado Júlio Cézar Sampaio (CT), a vencedora, PRINCIPESSA PIETRA, que triunfou na esfera nobre pela primeira vez, cravou o tempo de 55s48s.

FOTO: Sylvio Rondinelli – Jockey Club Brasileiro

PRINCIPESSA PIETRA: Neta de Refuse To Bend

conseguiu sua vitória mais importante


 

Representante do Stud CRDM brilhou

intensamente em confronto de potros

Em exibição impecável, o belo potro NAGAYAMA (Macho, Castanho, 3 anos, do Paraná – Setembro Chove e Fatal Attraction por Roderic O´Connor), criado pelo Haras Santa Rita da Serra e pertencente ao Stud CRDM, chegou ao primeiro êxito de sua campanha ao falar mais alto na edição 2024 da Prova Especial Super Power (R$ 12.000,00 + bônus de R$ 4.000,00 ao dono do ganhador) – para machos de 3 anos –, que abriu a reunião de Domingo, 21 de Julho, no Jockey Club Brasileiro.

Precisamente controlado pelo Recordista Mundial de Vitórias, Jorge Ricardo, o neto de Roderic O´Connor, após acompanhar o início da carreira em terceiro, ganhou terreno nos 400 metros finais para atingir seu objetivo, seguindo para o espelho com pouco menos de 8 corpos de vantagem sobre o eficiente Santos Dumont (3.Verrazano), de elogiável performance. O participativo Sultan Of Love (3.Verrazano) garantiu a terceira colocação. Salto da Glória (3.Salto), cruzou o disco em quarto, deixando o preferido dos apostadores, The Good Friend (3.Rally Cry) – que aparentemente não gostou do gramado –, em um discreto quinto e último lugar. Megahertz não atuou.

O qualificado Leonardo José dos Reis é quem responde pelo treinamento do ganhador, NAGAYAMA, que percorreu os 1.500 metros, em pista de grama leve, com cerca móvel, do Hipódromo da Gávea, na marca de 1m30s27s.

FOTO: Sylvio Rondinelli – Jockey Club Brasileiro

NAGAYAMA: Filho de Setembro Chove mostrou-se pronto para desafios maiores


 

Pensionista de Márcio Ferreira Gusso (PR) foi

a estrela da Prova Especial M.M.D.C.A. 2024

A belíssima corredora SNOWBALL (Fêmea, Tordilha, 4 anos, do Paraná – Kentuckian e Tapera por Forestry), criada nos campos do Haras do Morro e pertencente ao Haras SIB, alcançou o sucesso na edição 2024 da Prova Especial M.M.D.C.A. (R$ 5.500,00 + bônus de R$ 3.600,00 ao dono da vitoriosa) – para fêmeas 3 anos e mais idade –, que aconteceu Sábado, 20 de Julho, na distância de 1.500 metros, em pista de areia macia, do Hipódromo de Cidade Jardim.

Recebendo orientação nota 10 do ótimo Waldomiro Blandi, a neta de Forestry, posicionada entre as ponteiras desde a partida, adentrou a reta final em luta pela vitória. Na energia de seu piloto, SNOWBALL se despediu das rivais quando restavam 200 metros para o espelho, livrando pouco mais de 2 corpos de vantagem sobre a experiente Once Upon A Time (6.Holding Glory), de bela atuação. Próxima, em terceiro, finalizou a qualificada Sabbath (4.Rally Cry). Esmorecendo na hora da verdade, a veloz favorita Q´Ana do Iguassu (4.Forestry) terminou apenas em quarto, deixando Nega Spark (4.Salto), afastada, no quinto e último lugar.

O cuidadoso Márcio Ferreira Gusso, que atua no Paraná, é quem responde pelo preparo da ganhadora, SNOWBALL, que triunfou pela terceira vez na esfera nobre. 1m28s88s foi o tempo da competição.

FOTO: Jockey Club de São Paulo

SNOWBALL: Filha de Kentuckian desbancou suas rivais com estilo


 

Talentoso potro de Luiz Henrique Flores dos Santos

foi o melhor no Clássico Eolo Antônio Arioli 2024

O talentoso corredor ÚNICO LÔ (Macho, Castanho, 3 anos, do Rio Grande do Sul – Wired Bryan e Depends On Me por Siphon), de criação do Haras Capela de Santana e propriedade do Sr.Luiz Henrique Flores dos Santos, mostrou sua força nos 1.380 metros (areia pesada) do Clássico Eolo Antônio Arioli 2024 (R$ 12.500,00) – para machos de 3 anos, sendo a Segunda Prova da Tríplice Coroa Juvenil –, uma das atrações da Quinta-feira, 18 de Julho, no Hipódromo do Cristal.

Impecavelmente comandado pelo hábil Claudinei Farias, o neto do inesquecível garanhão Siphon, após permanecer em terceiro nos primeiros movimentos da carreira, evoluiu na entrada da reta final para alcançar o segundo êxito nobre de sua campanha. Em performance digna de aplausos, ÚNICO LÔ abriu pouco mais de 1 corpo de vantagem sobre o atropelador Galileu Corunilha (3.Goldikovic), de empolgante desempenho. O eficiente Hindenburg (3.Thalasso) ultrapassou o espelho no terceiro lugar. O favorito e até então invicto D´Asti (3.Drosselmeyer) terminou em quarto, com L´Amico Mio (3.Wired Bryan) no complemento do placar remunerado. A seguir, finalizaram: Barão da Lagoa e Camil.

Substituto do atual campeão da Estatística, Neimar Canut – atualmente cumprindo suspensão –, o qualificado Segundo Gerente Antônio Teixeira é quem responde pelo preparo do ganhador, ÚNICO LÔ, que triunfou na esfera nobre pela segunda vez. Os cronômetros foram travados na marca de 1m26s5/10s.

FOTO: Hermes Martins – TURFE ON-LINE

ÚNICO LÔ: Superior entre os potros


 

Defensora de Alberto J.Tiellet Miorim manteve sua invencibilidade nas pistas

Para encerrar a reunião de Quinta-feira, 18 de Julho, no Jockey Club do Rio Grande do Sul, tivemos a realização do importante Clássico João Matas Soles 2024 (R$ 12.500,00) – para fêmeas de 3 anos, sendo a segunda prova da Tríplice Coroa Juvenil. Quem levou a melhor nos 1.380 metros, em pista de areia pesada, desta relevante competição foi a qualificada NOBILITY (Fêmea, Alazã, 3 anos, do Rio Grande do Sul – Hofburg e Ilustrazione por Wild Event), criada pelo Haras Santa Maria de Araras e pertencente ao “Turfman” Alberto J.Tiellet Miorim.

Perfeitamente comandada pelo competente Henrique Oliveira, a bela filha de Hofburg confirmou a bela impressão deixada em sua estréia vitoriosa, semanas antes. Quarta colocada durante o princípio da prova, NOBILITY avançou com apetite nos 200 metros finais para tomar conta da dianteira, livrando pouco menos de 1 corpo de vantagem sobre a qualificada Yalla (3.Rally Cry), que vendeu caro a derrota. Também participando ativamente da carreira, a preferida dos apostadores, Celestial Kitten (3.Camelot Kitten), finalizou próxima no terceiro lugar. Afastada, My Dream Is To Fly (3.Catch A Flight) concluiu sua apresentação em quarto, deixando Nitidamente (3.Hofburg) na quinta posição. Fora do placar, finalizaram: Gate Three, Sweet Kill, Sandbank, Happy Your, Murasama, Simpatia e Favorita da Lagoa.

O cuidadoso Elziar Santos é o encarregado pelo preparo da campeã, NOBILITY, que assinalou o tempo de 1m27s5/10s.

FOTO: Hermes Martins – TURFE ON-LINE

NOBILITY: Descendente de Hofburg agigantou-se

na segunda prova da Tríplice Coroa Juvenil


 

Haras e Studs


Publicidade

Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner

Apoio

Banner

Banner
Banner