TurfeOnline.com

  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
Banner
Banner
Banner
Banner


Brilhante potranca, criada pelo STUD TNT,

agigantou-se em importante confronto para fêmeas

Páreo mais importante da semana no Turfe brasileiro, o renomado Grande Prêmio Oswaldo Aranha 2017 (Grupo II – R$ 40.000,00 + valor “ADDED”, de R$ 9.090,92) – para fêmeas de 3 anos e mais idade –, aconteceu Domingo, dia 3, no percurso de 2.400 metros, em pista de grama macia, com cerca móvel, do Hipódromo da Gávea.

Confirmando seu favoritismo, prevaleceu a força da brilhante potranca gaúcha Etrusca (Fêmea, Castanha, 3 anos, do Rio Grande do Sul – Drosselmeyer e Nouvelle Cuisine por Broad Brush), de criação do STUD TNT e propriedade do Stud Globo.

Muito bem dirigida pelo qualificado Vagner Borges, a filha de Drosselmeyer acompanhou o princípio da carreira em terceiro, na expectativa. Quando as participantes atingiram a seta dos 200 metros finais, Etrusca evoluiu intensamente para alcançar o terceiro triunfo nobre de sua campanha, garantindo pouco menos de 1 corpo de vantagem sobre a atropeladora Felka (4.Agnes Gold), de empolgante atuação. A veloz Perdonada (4.Roderic O´Connor), outra que correu bem, cruzou o disco no terceiro lugar. Mud Pie (5.Wild Event) chegou em quarto, deixando Dust Cup (5.Dubai Dust) na quinta colocação. Trilha Olímpica encerrou o lote, em sexto.

O mestre Dulcino Guignoni (CT) apresentou a campeã, Etrusca, no auge de sua forma física. Os cronômetros foram travados na marca de 2m32s27s.

FOTO: Sylvio Rondinelli – Jockey Club Brasileiro

ETRUSCA agigantou-se em importante confronto para fêmeas


 

Descendente de Wild Event encantou os

Turfistas nos três quilômetros gramados

Sábado, dia 2, o Jockey Club de São Paulo foi o cenário da disputa do tradicional Grande Prêmio Consagração 2017 (Grupo III – R$ 18.000,00), para produtos de 3 anos e mais idade.

Nos 3.000 metros, em pista de grama macia, com cerca móvel, desta importante competição, ninguém conseguiu superar o talentoso corredor gaúcho Em Cima do Laço (Macho, Castanho, 4 anos, do Rio Grande do Sul – Wild Event e Quatre Aventures por Jules), criado pelo Haras Santa Maria de Araras e pertencente ao Sr.Giovanni Giuseppe Pompeu Magi.

Impecavelmente conduzido pelo jovem Éverton Pereira, o neto do memorável garanhão Jules permaneceu no meio do lote até a entrada da reta final, quando foi em busca da terceira conquista nobre de sua campanha.

Em arrancada de encher os olhos, Em Cima do Laço atingiu seu objetivo na altura dos 200 metros finais. Descontando na hora da verdade, o competente Dante Alighieri (4.Vettori) garantiu a segunda posição, um pouco a frente do participativo Land Of Oz (5.Crimson Tide), que liderou grande parte da carreira. O experiente Concilium (8.Sulamani) ultrapassou o espelho em quarto, com o favorito Englightened (4.Wild Event) no complemento do marcador. Bastante afastado, em sexto, finalizou Forbes.

O vencedor, Em Cima do Laço, carinhosamente preparado pelo eficiente Mário Gosik, completou a prova na marca de 3m15s098s.

FOTO: Hipódromo de Cidade Jardim

EM CIMA DO LAÇO: Profunda qualidade entre os fundistas


 

Publicidade

Banner
Banner
Banner
Banner

Apoio

Banner

Banner
Banner