TurfeOnline.com

  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
Banner
Banner
Banner
Banner


OLYMPIC GENEVE: DA LARGADA À CHEGADA A MELHOR!

Qui, 16 de Novembro de 2017 12:56

Filha de Roderic O´Connor garantiu o troféu do

importante GP Luiz Fernando Cirne Lima 2017 (G.III)

Sábado, dia 11, o Jockey Club de São Paulo também foi o cenário da edição 2017 do Grande Prêmio Luiz Fernando Cirne Lima (Grupo III – R$ 18.000,00), para fêmeas de 3 anos e mais idade.

Nele, a talentosa corredora gaúcha Olympic Geneve (Fêmea, Alazão, 4 anos, do Rio Grande do Sul – Roderic O´Connor e Tocha Olímpica por Roi Normand), criada por seu proprietário, o HARAS REGINA, foi quem deixou a raia com o troféu.

Dirigida com segurança pelo talentoso Wesley S.Cardoso, a descendente de Roderic O´Connor assumiu a dianteira logo após a partida e assim ditou o ritmo da competição. Mantendo-se sempre em vantagem, Olympic Geneve teve reservas suficientes para desbancar suas sete adversárias, com estilo. No espelho, a neta do saudoso garanhão Roi Normand ultrapassou o espelho 1 corpo e meio a frente da favorita dos apostadores, Say It Again (3.Holy Roman Emperor), que nada pôde fazer para impedir sua conquista. A bela Velha Máquina (4.Redattore) cruzou o disco no terceiro lugar. Kings Gate (4.T.H.Approval) terminou em quarto, com Exhibition (4.Wild Event) no complemento do placar remunerado. Em seguida, chegaram: Only American, Lumiere e Filadelfia Freedom.

Perfeitamente treinada, em Centro de Treinamento carioca, pelo brilhante Roberto Solanés, a campeã, Olympic Geneve, que obteve seu primeiro título na esfera clássica, gastou 1m52s147s para percorrer os 1.800 metros, em pista de grama pesada, desta importante competição.

FOTO: Hipódromo de Cidade Jardim

Garra de OLYMPIC GENEVE prevaleceu em importante prova de Grupo III


 

RIO DE JANEIRO. Homenageando um dos maiores treinadores da História do Turfe Nacional, o Jockey Club Brasileiro realizou Domingo, dia 12, a edição 2017 do Clássico Ernani de Freitas (Listed Race – R$ 20.000,00), para produtos da Geração 2014.

Quem surpreendeu os favoritos nos 1.500 metros, em raia de grama leve, com cerca móvel, desta importante competição, foi o brilhante corredor gaúcho Set Ton (3.Drosselmeyer e Scalinatella por Public Purse), criado nos campos do Haras Old Friends Ltda. e pertencente ao Sr.Carlos Antônio Platzeck.

Precisamente guiado pelo hábil Marcelo Gonçalves, que foi premiado por sua insistência, o neto de Public Purse, que estava desprezado nas apostas – fechou com rateio de R$ 16,30 por R$ 1,00 na modalidade de Vencedor –, pressionou na hora da verdade para conquistar seu primeiro título na esfera nobre, garantindo um pescoço de vantagem sobre o valente Kingvic (3.Pioneering), de empolgante performance. O bom Quarteto de Cordas (3.Rock Of Gibraltar) concluiu sua apresentação no terceiro lugar. General Coelho (3.Rock Of Gibraltar) cruzou o disco em quarto, com Rafiq (3.Pioneering), na quinta e última posição.

Treinado, com esmero, pelo competente José F.Reis, o vitorioso, Set Ton, que surge como um bom nome para as disputas da Tríplice Coroa Carioca de 2018, assinalou o tempo de 1m27s27s.

FOTO: Sylvio Rondinelli – Jockey Club Brasileiro

SET TON deixou sua marca entre os potros


 

RIO DE JANEIRO. A primeira conquista nobre da campanha do qualificado velocista Cantos Y Cuentos (6.Put It Back e Official Glory por Minstrel Glory) – de criação do Haras Santa Maria de Araras e propriedade do STUD ESCORIAL –, aconteceu Sábado, dia 11, no Hipódromo da Gávea. Em grande estilo, o descendente de Put It Back dominou a edição 2017 da Prova Especial Pico Central (R$ 10.000,00), destinado a animais de 3 anos e mais idade.

Precisamente guiado por Marcelo Gonçalves, Cantos Y Cuentos despediu-se de seus sete adversários na reta final, garantindo quatro corpos de vantagem sobre o competente Comandante Dodge (6.Dodge), que teve de se contentar com a formação da Dupla. A terceira posição pertenceu a Ultra Bend (5.Refuse To Bend). Desperado (4.Benny The Bull) chegou em quarto, deixando Joe Andretti (4.Christine´s Outlaw) no complemento do marcador. Em seguida, chegaram: Desejada Poty, Regal Obhion e Coração de Ouro. Jaguaré não competiu.

Apresentado, em excelente estado atlético, pelo qualificado Teófilo Oliveira, o ganhador, Cantos Y Cuentos, que vive o melhor momento de sua campanha, assinalou o tempo de 1m13s83s.

FOTO: Sylvio Rondinelli – Jockey Club Brasileiro

CANTOS Y CUENTOS simplesmente largou e acabou!


 

Publicidade

Banner
Banner
Banner
Banner

Apoio

Banner

Banner
Banner